terça-feira, 24 de abril de 2007

O pulsar descompassado

Seria bom termos um controle remoto de sentimentos. Seria muito fácil, apontar pra a gente mesmo ou pra outras pessoas.

Um botão para Liga / Desliga.

Aumenta!!! zip!
Diminui. zip!

Muda de canal. zip! zip! zip! zip!...

Apesar que, pessoalmente, acho muito bom o turbilhão desgovernado que é o meu coração.
O silêncio, a calmaria. A tempestade, a inquietudes. O pulsar descompassado sem dia nem hora marcada para chegar.

3 comentários:

Renata Almeida disse...

nao vale dois posts de vez ta? n tenho tempo de ler e comentar srsrsrsr
Olha, um controle remoto seria facil demais e ficariamos aburridos assim como quando temos um controle nas maos e nao conseguimos nada de bom na tv, or mais que o "poder" esteja conosco. Entendeu???
Beijos, te amo e saudades!
Vem me visitarrrrrrrrrrrrrrrr
rsrsrs

Lorys_b disse...

amor... eu particularmente adoro o pulsar descompassado do meu coração, quando penso em ti, qd te vejo... isso pq eu amo te amar!!
Te amo muiitoooooooo!!!

Profª Erika disse...

Obrigada pelo comentário no meu blog, gostei muito do seu também. Seus textos prendem o leitor, fazendo com que a gente viaje para dentro do seu mundo. Seu estilo é muito bom. Já tentou publicar em outro lugar? Além do blog? Seria uma boa. Crônicas, contos, parece ter tudo a ver com você. Também sou uma "metamorfose ambulante". Enfim, gostei muito desse menino que você apresenta ser! Beijo.